DETRAN RS ISENTA MOTORISTAS DO PAGAMENTO DE TAXA DE VISTORIA PARA EMISSÃO DE PLACA PERDIDA DURANTE AS ENCHENTES

  • Em razão do estado de calamidade, o DetranRS está isentando os condutores do pagamento da taxa de vistoria para esse fim. Foto: Rodrigo de Aguiar/Arquivo Papareia News

Com o retorno das águas à condição de normalidade é iniciado o período pós-enchente, onde os prejuízos passam a ser conhecidos e calculados. Mesmo que os problemas estejam em sua maioria relacionados com a inundação das residências, os danos também atingem os automóveis e a perda das placas dianteiras é uma das principais consequências.

Se antes da enchente o veículo já utilizava o ítem de identificação no formato Mercosul é necessária apenas a confecção da placa perdida, mas se ainda estava no padrão antigo de três letras e quatro números, o proprietário deverá se adequar ao novo modelo. Em razão do estado de calamidade, o DetranRS está isentando os condutores do pagamento da taxa de vistoria para esse fim.

De acordo com Betto Duarte, responsável pela Casa das Placas, localizada na Avenida Presidente Vargas, antes de se dirigir ao Centro de Registro de Veículos Automotores (CRVA) para a realização da vistoria, a recomendação é de que o proprietário acesse o site da Delegacia Online da Polícia Civil e registre um boletim de ocorrência para informar a perda do item durante as enchentes.

A partir disso e com o Documento Único de Transferência (DUT) em mãos, o proprietário pode se dirigir ao CRVA para iniciar o processo. Após a realização da vistoria, o condutor deve procurar uma estampadora de placas para a confecção apenas do item perdido ou do par em caso de necessidade de adequação ao padrão Mercosul. Duarte alertou que pelo fato da placa ser um produto, há cobrança para sua confecção.

A isenção é aplicada ao serviço do governo que fora da situação de calamidade teria uma cobrança de R$ 404,86. O valor é composto pela Taxa de Vistoria de Identificação, que para veículos médios é de R$ 104,37, e pela Taxa de Geração do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo em meio digital (CRLV-e), que custa R$ 300,49. A isenção também é aplicada para os casos de quem perdeu o DUT na versão impressa.

O prazo para a confecção da placa obedecerá a ordem de serviços de cada estampadora.